Inspirações para uma vida saudável.
x
Inspirações para uma vida saudável.

DETOX: A moda do momento Chacra - Muladhara Chacra - Manipura

Parece que nos dias de hoje, onde você passa, tem alguém fazendo um “Detox”; seja com suco ou com alguma dieta de desintoxicação.

É importante ressaltar é que na medicina convencional ainda não existe comprovação sobre a dieta detox, mesmo porque nosso organismo trabalha nos desintoxicando a todo momento, são funções básicas do fígado, dos rins e pulmão, por exemplo.

Outras medicinas, como as tradicionais chinesa e ayurveda trabalham com esse conceito de desintoxicação, nesse post vamos falar de desintoxicação pela incrível Medicina Ayurveda.

Mas é importante saber como fazer uma desintoxicação adequada para que o seu sistema esteja realmente limpo de toxinas, em vez de mobilizar as toxinas para sua corrente sanguínea, onde podem causar problemas significativos.

O que você deve estar procurando em um plano de desintoxicação ideal? Segundo a medicina Ayuverda, seguem algumas dicas sobre essa prática.

Estes são os elementos que irão tornar a sua revitalização detox e saudável:

Fontes de proteína de alta qualidade.
Por quê? Os aminoácidos derivados da proteína são os componentes necessários para as enzimas e a via de desintoxicação do fígado.
Dica: Escolha fontes vegetarianas, como feijão, legumes, nozes e sementes-ou fontes animais livres de hormônios (por exemplo, aves orgânica, ovos, peixes de água salgada). Proteína em pó, tais como ervilha, cânhamo, e soro de leite também pode ser útil.

Nutrientes adequados.
Por quê? Desintoxicação é um processo complexo que utiliza um número de vitaminas, minerais e outros nutrientes.
Dica: Consuma complexo B, fale com seu nutrólogo ou nutricionista. Coma alimentos ricos em nutrientes, como verduras frescas, legumes profundamente pigmentadas e frutas.

Vegetais crucíferos.
Por quê? Legumes desta família ajuda o apoio a desintoxicação do fígado e o metabolismo do estrogênio.
Dica: Consuma brócolis, couve-flor, couve de bruxelas, couve chinesa, couve, repolho, verduras, etc. Enquanto crucíferas contêm substâncias que podem interferir na tireóide em pessoas com deficiência de iodo, cozinhar os legumes reduz este efeito.

Alimentos ricos em antioxidantes.
Por quê? Durante o processo de desintoxicação de várias etapas, o seu corpo pode criar alguns metabólitos tóxicos que podem causar danos se não forem tamponada por nutrientes protetores.
Dica: Com ajuda de suplementos ou inclua alimentos ricos em vitamina C, magnésio, selênio e fitonutrientes, como os encontrados em alho, cebola, frutas e legumes. Alcachofras, açafrão, coentro e alimentos que contenham silimarina, alimento que auxilia no detox hepático.
Abundância de água pura.
Por quê? Parte do processo de desintoxicação elimina toxinas através da urina e suor, para ter certeza de que tudo está fluindo e evitar a desidratação.
Dica: Beba pelo menos seis a oito copos de água filtrada. Tente evitar armazenamento de água em garrafas de plástico.

O que evitar nesse período!?

– Álcool, tabaco, drogas entorpecentes e medicamentos não-prescritos.

– A cafeína. A cafeína também é metabolizada pelo fígado, ao reduzir sua ingestão diária, ajudará a apoiar sua desintoxicação. Se você está acostumado a consumir cafeína regularmente ou em grandes quantidades, diminua gradualmente para evitar os sintomas de abstinência, como dores de cabeça. Se quiser tomar café, escolha o descafeinado ou dê preferência para o café orgânico, mas consuma em menos quantidade, no máximo uma xícara por dia.

– Qualquer coisa artificial. Se não existem na natureza há 100 anos, não coma!

– Processados, altamente refinados e alimentos geneticamente modificados. Cuidado com qualquer coisa que vem em um pacote e não se assemelha a forma original do alimento.

– Açúcar e outros adoçantes. Particularmente, os adoçantes artificiais são desagradáveis, mas mesmo os adoçantes naturais podem colocar pressão adicional sobre o nosso fígado devido ao alto conteúdo de frutose.

Outras dicas importantes:

– Certifique-se de que seu intestino esteja funcionando bem. Se está mobilizando essas toxinas, tenha certeza de que eles estão saindo do seu sistema e não sendo armazenados novamente.

– A transpiração é outra via de saída de toxinas, por isso fazer exercícios leves ou usar uma sauna pode ser muito interessante (exercícios sempre!)

– Obter um descanso adequado. Passando por uma grande desintoxicação, aumenta o estresse do seu corpo, por isso não deixe de ser gentil com você mesmo. Evite exercícios pesados, se você não está se sentindo bem. Relaxe a mente e o corpo.

– Muitos podem sentir dores de cabeça, dores no corpo, fadiga ou problemas digestivos na fase inicial de uma desintoxicação. Se você ainda não se sente bem depois de três a sete dias, procure os cuidados de um profissional qualificado.

– Certas pessoas podem ter sensibilidade a certos alimentos que podem causar reações tóxicas e inflamatórias no organismo. Os culpados mais comuns parecem ser trigo / glúten, laticínios, soja, ovos, nozes, milho, alguns legumes e alguns grãos. Lembrem-se: isso é uma característica bem individual, e não ocorre com todos!

– Enquanto você está desintoxicando fisicamente, ter tempo para avaliar o que as outras áreas de sua vida podem estar precisando, como emoções, relacionamentos e compromisso com a auto-cuidado diário é bem interessante!

Os pacientes que tomam seguem esses passos de desintoxicação saudável relatam, normalmente, perda de peso, os desejos reduzidos, diminuição da inflamação e da dor, e melhor energia.

Adaptado de www.deepakchopra.com

Post por:
Dra Patrícia SPG Canineu
Médica Nutróloga- CRM 140.483
Sócia-Diretora da ENVIVA Consultoria em Nutrição e Saúde
www.enviva.com.br
patricia.savoi@enviva.com.br
(15)98121-7364

O que você achou deste post?
  • Changemaker 
    0
  • I'm Ommm 
    0
  • Amei 
    2
  • Bliss me 
    1
  • Wait, What? 
    0
  • No way 
    0
Patrícia Savoi

Patrícia Savoi - Ver mais posts deste autor

Patricia Savoi é médica nutróloga com título de especialista pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia). Fez pós- graduação em Nutrologia e especialização em nutrição clínica e hospitalar pelo GANEP, no Hospital Beneficência Portuguesa em São Paulo. Além de ser fascinada pela área de nutrição clínica, também atua como consultora médica na área da saúde e nutrição, tendo trabalhado com indústrias de grande porte, na área de suplementos alimentares e medicamentos. Sempre em busca de algo que a completasse,se formou no programa "Perfect health-ayurveda lifestyle " realizado no Deepak Chopra Center em Carlsbad- CA; estudos que complementam seu conhecimento médico com o expertise em bem-estar associados a prática de meditação, yoga e medicina Ayurveda.

patricia.savoi@queroharmonia.com.br
http://www.enviva.com.br

Quero mais desse tema
CANAL ABERTO
VER COMENTÁRIOS